Arquivo mensal: novembro 2010

Café com Nostalgia

Eu não gosto de café.

Começo assim, bem direto, pra deixar as coisas bem claro. Mas toda vez que eu te vejo, eu lembro de café, e que curioso, eu gosto de você. Só que café, eu não tomo mesmo.

É mesmo irônico que eu tenha uma certa atração pelo bendito café. Não sei, mas ele é tão poético, o cheiro combina tanto com tinta e papel, te mantém acordado enquanto você escreve  mesmo sabendo que precisa dormir, só que você coloca as palavras em primeiro lugar.

Ah, o café. Vai ver eu prefiro chá, refrigerante, água, limonada… é um paladar ingrato mesmo.

Mas tudo bem, eu te perdoo. Sim, porque quando eu te abraço, não é de perfume que eu sinto o cheiro. É cheiro de… isso mesmo, mas tudo bem, eu gosto desse cheiro. É segredo, não vale contar.

Desculpas não adoçam o seu café, por isso você coloca nostalgia. E mesmo não tomando, eu quero um pra viagem, desnatado e com saudade.

 

Thiago B.